Federação Idígena em Ação

A ARTE COMO MEIO DE EXPRESSÃO, A CULTURA SÃO OS COSTUMES E TRADIÇÕES E OS MEIOS DE DIVERSÕES QUE CONSTRÓI VALORES HUMANOS DE UM POVO OU DE UMA NAÇÃO.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Arma tapuya tarariu Janduin

Arma do grande Draruke(janduin), era o seu propussor chamada de azzagaia, o tapuya jogava a sua seta com o propulsor com tamanha força que transpassava o corpo do seu inimigo.
Arte  tapuya está registrada na pintura do holandes August Eckout, que retrata um tapuya tarariu Janduin do seculo XVII.


quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Parentes Tapuyas

Foi encontrado um povo inígena insolados , como veim eles parecem com os tapuyas dos janduin, eles amarram o penis como os janduins faziam no seculo XVII...

sábado, 4 de agosto de 2012

Arte tradicional Xukuru

A barretina como os Xukuru  dizem, fabricado com palha, usado nas festas e rituais, também foi usado pelos janduin do Rio grande do Norte, retratado pelo o holandês Albert Eckout, que pintou Janduin no seculo 17.  Os Xukuru com a sua educação diferenciada, estão ensinando a sua cultura e as artes dos antigos para os opipe(crianças), para não se perca ou esquecida da sua cultura milenar.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Canguaretama Rio grande do Norte

Juruna, Luci, Kyalonã

Dia 28 viajamos para o Rio Grande do Norte, numa cidadezinha chamada Canguaretama, numa  comunidade indígena Catu dos Eleoterios, passamos o fim de semana com a família de Vando Potiguara um das lideranças da comunidade, Luci uma grande pesquisadora e defensora dos direitos indígenas, também como arquio-loga fez grandes descobertas em recife, Luci e Kyalonã duas defensoras dos direitos indígenas ficou encantadas com o local e as pessoas e as historias de catu.
Kyalonã, Vando Potiguara,Juruna, Tia de vando e Luci.

De olho na Cultura

Mãe do Cacique Manuel, juruna, vando potiguara,Cacique Manuel potiguara, Luci e Kyalonã.


Dia 28 de Julho, grande encontro com os Potiguara de Catu dos Eleoterio e os Potiguara de Sagi, Vando Potiguara de Catu nos convidou para ir na aldeia dos parentes, Potiguara de Sagi, fomos ao encontro, Sagi é uma praia, linda, onde os potiguara ainda com a sua cultura da pesca antes da invasão portuguesa, um amigo que veio com agente estava bastante doente, a mãe do cacique Manuel(manuelzinho) potiguara de Sagi, uma grande rezadeira, tradição que passa de geração em geração, grande sabia dos potiguara de SAgi, benzeu o amigo que sentiu-se muito bem...ela nos contou sobre a sua historia de rezadeira na comunidade, hoje em dia muito agora prefere ir ao hospital e tomar remédio industrial, isso faz com que a cultura seja esquecida e isso faz uma perca das tradições da comunidade.